Olá leitores, tudo certo com vocês? Se você chegou até este texto é porque está procurando informação sobre o chip ESP32 na IDE do Arduino, certo? Então você veio ao lugar certo.

   Neste artigo vou mostrar como dei meu primeiro passo na programação do chip Wi-Fi ESP32, utilizando a IDE do Arduino no Linux (Lubuntu). Se você usa Windows não precisa se assustar, pois o passo-a-passo é quase o mesmo.

esp 32 wi-fi na protoboardClique na imagem para ampliar

   Para começar, vou contar um pouco da história do ESP 32 e suas especificações técnicas. Todas as informações sobre este chip foram retiradas da página esp32.net.

   O chip ESP 32 foi lançado pela empresa Espressif em Setembro de 2016 (há quase dois anos!); Conta com processador proprietário (não aberto) “Tensilica Xtensa 32-bit LX6” com dois núcleos (dual core).

  • Wi-Fi 802.11n (2.4GHz)
  • Bluetooth 4.2 BLE
  • Memória ROM 448kB (para inicialização/boot)
  • Memória SRAM 520kB (para dados e instruções)
  • Memória Flash interna de 0Mb, 2Mb e 4Mb (dependendo do modelo)
  • Suporte para memória Flash externa até 16Mb
  • Entrada para sensor capacitivo (touch);
  • Conversor analógico digital (ADC) e digital analógico (DAC)
  • Saída PWM (modulação por largura de pulso)
  • Interfaces UART (serial), CAN 2.0, I2C, SPI, I2S (áudio)
  • Algumas opções de criptografia por hardware e software

   É um chip bem completo e complexo, com várias opções de customização (veja sobre as memórias externas acima); algumas das características dele ainda precisam de bibliotecas e implementações. Neste texto vou focar em mostra como faze-lo funcionar no Linux (distribuição Lubuntu) juntamente com a IDE do Arduino.

_________________________________________

   A primeira coisa que você precisa fazer é ter certeza que seu computador tem o drive USB para o chip utilizado no ESP 32, que no caso do ESP 32 que tenho é o CP2102 da Silabs. Você pode baixar o driver USB (para vários sistemas operacionais) neste link e seguir este tutorial para instala-lo na sua máquina.

O vídeo abaixo ilustra todos os passos para começar a brincar com o ESP32 na IDE do Arduino. Logo após o vídeo tem todas as mesmas explicações em formato de texto 🙂 .

   Você precisa instalar a IDE do Arduino; eu recomendo a versão estável mais atual; hoje (Agosto de 2018) é a versão 1.8.5. Não recomendo versões mais antigas da IDE pois tem vários bugs, e pelo mesmo motivo não recomendo as nightly-builds (versões experimentais).

O próximo passo é adicionar à IDE do Arduino todo o suporte à programação e compilação do ESP-32. Listei todos os passos abaixo, porém se você entende Inglês também pode seguir o artigo de onde tirei a informação, neste link.

  • Na IDE do Arduino, clique em Arquivo > Preferências  e digite o seguinte link no campo “URL do gerenciador de placas”: https://dl.espressif.com/dl/package_esp32_index.json . Clique em OK.
  • Vá em Ferramentas > Placa > Gerenciador de placas (Boards manager) e procure por “ESP32”. Quando encontrar, clique em “Instalar”.
  • Pronto, agora a IDE do Arduino suporta a programação do chip Wi-Fi ESP 32.

   Agora conecte seu ESP 32 ao computador via Cabo USB, abra da IDE do Arduino e verifique se o chip aparece conectado na porta Serial: em “Ferramentas > Porta” deve aparecer o nome da porta USB no qual o ESP 32 conectado. No meu caso era /dev/ttyUSB1.

   Selecione qual o modelo do ESP que vamos programar. Neste caso é “Ferramentas > Placas > DOIT ESP32 DEVKIT V1″.

   O primeiro teste que vamos rodar no ESP 32 é um sketch que escaneia (procura) todas as redes Wi-Fi que estiverem ao redor do seu local. Vá em “Arquivo > Exemplos > WiFi > WiFiScan” (na subparte “exemplos para DOIT ESP32 DEVKIT V1”).

   Com o a placa conectada ao computador via cabo USB, pressione o botão “Boot” do ESP 32. Na IDE do Arduino clique em “Upload” (seta para a direita). Dependendo do seu computador o upload não deve demorar mais que alguns poucos segundos (no meu Lubuntu Linux foram 3 segundos).

   Pressione o botão “EN” na placa, e seu programa deve começar a rodar!. Agora é só abrir o monitor serial (em “Ferramentas > Monitor Serial”), ajustar o baud-rate (velocidade) para o mesmo valor que está escrito no sketch (9600, 115200, etc) e pronto, você deve ver o ESP 32 procurar redes Wi-Fi e imprimir no monitor serial!.

esp32 blink gif

Eu pessoalmente não tenho o ESP 32 para vender, mas neste link tem várias lojas onde ele está disponível.

Se você estiver procurando conteúdo sobre o ESP8266 (ou ESP-12) tem aqui neste link e aqui também.

ESP32 na IDE do Arduino, em Linux – parte 1
Classificado como:                                    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *