Você já se perguntou o que há dentro de uma lâmpada de LED? como funciona? o que faz ela funcionar?. É exatamente isso que vamos explicar hoje, utilizando como exemplo uma lâmpada de 15W com luz branca fria, adquirida no eBay pelo preço de aproximadamente R$8 (!!).
   Para início de conversa, uma lâmpada LED tem como elementos ativos os “Diodos emissores de LUZ“, componentes que convertem corrente elétrica diretamente em luminosidade (luz) através do efeito da eletroluminiscência. A eficiência de conversão entre energia elétrica e  luminosa dos LED’s é próxima de 100 Lúmens por watt, enquanto as lâmpadas fluorescentes fazem 50 lúmens por watt  e as incandescentes oferecem 13 lúmens por watt (fonte aqui).
   LED’s são essencialmente Diodos que emitem luz; um diodo é um componente polarizado que permite a circulação de corrente elétrica em apenas um sentido (do Anodo para o Catodo); isso faz com que os LED’s tenham que ser alimentados (preferencialmente) por uma tensão contínua, caso contrário estarão sendo “dimmerizados” (o que diminui a sua luminosidade).
   A ideia de explicar o funcionamento deste tipo de lâmpada surgiu depois que eu  precisei abrir uma destas para limpar o bulbo (ela é furada para ventilação na parte superior, e por ali entram também mosquitos e outros insetos), e vi quão simples é o circuito interno!.

 

   É visível na imagem acima que a lâmpada é composta por 20 LED’s individuais (similares á estes aqui) e alguns outros componentes:
– 1 ponte retificadora de onda completa modelo MB10S, 700V/0,5A
– 2 resistores 470k ohm SMD
Na parte de baixo há dois capacitores:
– 1 de Polipropileno 1.2uF/400V
– 1 Eletrolítico 68uF 100V
   Estes componentes me levam a crer que esta lâmpada é alimentada por uma simples fonte capacitiva de 300mA: eu fiz os cálculos (engenharia reversa”) desta fonte capacitiva utilizando este site aqui , cujo circuito (que imagino ser o implementado nesta lâmpada) está representado abaixo.
   Outra observação que vale a pena frisar aqui: a potência prometida desta lâmpada é 15W, porém ao checar o datasheet de LED’s similares (pois não sei a marca exata dos LED’s da minha lâmpada), os dados de cada um dos LED’s são:
– Tensão direta 3.1V
– Corrente direta: 100mA
    A potência de cada LED é portanto (V x I) = 3,1V x 0,1A = 0,31W. Em um conjunto de 20 LED’s a potência total é de 20 x 0,31W = 6,2W. Note portanto que você está pagando por 15W e efetivamente “recebendo” 6,2W !!. Óbviamente não se pode esperar nem pedir muito de uma lâmpada que custou R$8 na China, porém fica aí a informação para suas compras futuras.
O que há dentro de uma lâmpada LED?
Classificado como:                    

4 ideias sobre “O que há dentro de uma lâmpada LED?

  • fevereiro 15, 2016 em 10:26 pm
    Permalink

    Uma explicação com objetivo de conhecermos o que compramos e seu principio de funcionamento

    Resposta
  • fevereiro 15, 2016 em 11:44 pm
    Permalink

    Olá amigo Luiz, Acredito que você não considerou a queda de tensão gerada pelo circuito da fonte FAST, Como se pode verificar neste tipo de fonte, está se aproveitando a reatância capacitiva do capacitor para fazer a redução da tensão para alimentar os leds, Quando ligamos um capacitor a um circuito de corrente alternada, sua carga e descarga representa uma corrente média, que depende tanto do valor do capacitor como também da frequência, cuja resistência é Xc (reatância capacitiva) ligado em série com a carga. Acredito que o valor dado a lampada em Watts esteja considerando o consumo total da lâmpada e não somente dos leds. forte abraço.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
8 + 22 =